Image Map

19 janeiro 2016

#PORAÍ SUP ATÉ ILHAS TIJUCAS


No fim do ano passado subi num SUP pela primeira vez pra dar um remadão até as Ilhas Tijucas, arquipélago localizado na Barra da Tijuca mais ou menos entre o posto 1 e o posto 2 olhando da areia.
Pegando uma reta (ou quase isso) como fiz saindo da frente do corpo de bombeiros, dá uma distância de 1,5 km a 2 km que pra quem já tem a manha da coisa ou tá em dia com a academia leva em torno de 20 - 30 minutos pra completar o percurso.



Pra quem não tem um stand up paddle existe a possibilidade de alugar a prancha em diversos pontos da praia (é só ir andando pelo calçadão que tem um monte de placa sinalizando o serviço), o meu foi cedido pelo Clássio Beach Club, um quiosque delicioso cheio de comidinha boa perto do posto 2 (valeu!). Outra opção é fechar um pacote em grupo oferecido por algumas companhias como a 360 sports ou até mesmo no Clássico, que algumas vezes organiza remada coletiva (acompanha o instagram deles aqui pra ficar sabendo dos dias!). Aliás, a opção de ir em um grupo com guia é a mais indicada pra quem não saca muito de correnteza, vento, etc... Por exemplo, pra ir tem que sair cedinho antes do vento entrar pra seguir o máximo possível em linha reta sem fazer um mega esforço!
Ah, mais uma dica bem importante: leva pelo menos uma sacolinha com algumas garrafas de água pra não desidratar ;)



Vergonha máxima dessa minha foto com o pau de selfie na boca mas vou explicar, hahaha! É que eu e meu namorado optamos por irmos juntos em um único SUP que bem... Não era exatamente um stand up feito pra duas pessoas. Cabe fácil, mas dificulta a remada.
Geralmente quando vão duas pessoas juntas uma vai deitada de barriga pra cima na frente da prancha e a outra atrás vai remando maaaas... Eu sou hiperativa porém não forte o suficiente pra remar enquanto o bonitão fica deitado, então fiz o trajeto deitada sim... Mas de barriga pra baixo e remando no braço! #girlpower



Depois de virar algumas vezes - afinal era nossa primeira vez num SUP e ainda por cima com gopro e sacola com água de bagagem! - chegamos em uns 30 minutos nesse mini paraíso. Nem sequer paramos pra recuperar o fôlego seguimos logo pra dar um rolê na brecha que rola entre as pedras, que tem que ser feito com certo cuidado por causa da correnteza (a gente viu um SUP de borracha estourar batendo na pedra #fuén).



Bem nesse início da "brecha" rola um pico pra dar aquele tchibum master! Não vou dar as coordenadas exatas aqui porque isso seria extremamente irresponsável. Na maior parte o fundo é de pedra e o pulão só é aconselhável com maré cheia. A gente topou com uma galera que tinha guia e ele mostrou pra gente exatamente de onde pular (e obviamente ele foi a cobaia...).


Pra quem manja dos paranauê ou é "cabrito de montanha suicida" como eu, também é muito bacana subir nessa pedra de onde rola o jump pra conferir um visual incrível lá de cima. 
Ah! E não deixem de dar uma nadada gostosa! Só não aconselho fazer isso nessa brecha como a doida que vos escreve fez, porque como já mencionei, ali a correnteza te joga nas pedras e o pior, elas são lo-ta-daaaas de ouriço. Numa brincadeira dessas fui me segurar apoiando com os pés pra subir sem conferir o fundo e bem... Até hoje tem 9 pedacinhos de um inocente ouriço em um dos meus pés =(



A volta é mais tranquila do que a ida porque a correnteza ajuda. Tem quem volte pelo quebra-mar mas a gente mirou direto na praia e aí foram só 20 minutinhos de percurso.
Então fica aí a dica pra quem é do mar e quer conhecer mais picos bacanas aqui no Rio de Janeiro! Lembrem-se de sempre respeitar a natureza e levar o lixo de volta com vocês ;)

Beijos,
         Sô!

3 comentários :

  1. Adorei o post!
    Fiz uma aula se SUP esse mês e quero muito me aventurar mais!
    Só falta a coragem de remar uma distância tão longa (sou meio medrosa, demoro para me acostumar com ideias "perigosas").
    Mas fiquei com muita vontade de conhecer! Mesmo!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é nada longa! Juro que é a distância é bem menor do que parece ;)
      Vai em grupo que aí não tem como não se sentir segura.

      Excluir
  2. Soraya, você sabe dizer que a única forma de fazer o SUP nas Ilhas Tijucas é ir remando até lá? Porque acho que não teria experiência suficiente pra ir remando até lá, será que tem algum passeio que leve de barco ou algo do tipo até lá e traga de volta? Seria uma opção mais fácil pros iniciantes... (só fiz SUP uma vez, e num mar super flat!)


    Beijos,

    Clá | http://www.umagarotacarioca.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...